quinta-feira, 9 de julho de 2015

Resenha - Quem é você, Alasca?

Um livro que trouxe muitas opiniões diferente, para alguns foi considerado o melhor livro de John Green, para outros se tornou mais um para a lista de decepções. E como cada pessoa tinha uma opinião formada ao me indicar o livro, eu também queria ter a minha.

“O primeiro amigo, a primeira garota, as últimas palavras”

Foto: Dani Cruz
O livro conta a história de Miles, um jovem leitor de biografias e colecionador de ultimas palavras. Ele decidiu sair da escola atual e de casa para viver no internato Culver Creek, Miles acredita que lá ele possa encontrar o seu “Grande Talvez”.

No internato ele conhece seu primeiro amigo de verdade, Chip, mais conhecido como Coronel. Chip apresenta para Miles o funcionamento do colégio e como as coisas são dividas por lá, eles não fazem e não fariam parte da galera popular os “Guerreiros do dia de Semana”, mas possuem seu próprio grupo, inclusive codinomes. Miles a partir de agora seria chamado de Gordo. Ali Miles conheceria muitas coisas novas e pessoas diferentes, como a jovem Alasca Young, um garota linda colecionadora de livros e alguns mistérios.

“Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela um furacão.”

Alasca Young além de linda e inteligente, possui um temperamento difícil. Todos seus defeitos e qualidade fizeram crescer em Miles um forte interesse, mas Alasca não está sozinha, ela namora Jake a algum tempo, e mesmo assim foi inevitável para Miles se apaixonar. 

"De centenas de quilômetros por hora ao repouso em um nanossegundo. Eu queria tanto me deitar ao lado dela, envolvê-la em meus braços e adormecer. Não queria transar, como nos filmes. Nem mesmo fazer amor. Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra."

O livro é divido em duas partes o Antes e o Depois, e é bem no meio do livro que algo muito importante acontece. Algo do tipo que você espera que só vá acontecer no final de um livro. Algo que eu já esperava, mas tive que ler e reler para ter certeza que estava acontecendo bem naquela página!

“Quem é você, Alasca?” não é um livro que fala só sobre a vida cheia de romance e trotes dos jovens no colégio. O livro trata também da realidade, ele nos mostra como é realmente a vida deles no colégio, cheio de aulas, dúvidas, medos e regras. E se o livro não trás a realidade pura, possivelmente chega muito perto.

"Mas que diabos significa "instantâneo"? Nada é instantâneo. Arroz instantâneo leva cinco minutos, pudim instantâneo uma hora. Duvido que um instante de dor intensa pareça instantâneo."

John Green colocou nesse livro todos os ingredientes certos e é exatamente por isso que compreendo o porquê tantas pessoas o consideram único e até mesmo uma obra prima do autor, mas a verdade é que o livro não teve esse efeito em mim, não o achei excepcional, sei lá porque, mas arriscaria dizer que foi a minha difícil ligação com Alasca. A personagem não me deixou gostar do livro, a achei por diversas vezes chata e cansativa e até mesmo quando os outros personagens falavam dela, me via revirando os olhos. Eu quase nunca deixo de recomendar um livro, mesmo porque acho que todos devem ter a sua própria opinião, e com “Quem é você, Alasca?” não seria diferente, leiam sim, afinal só pela escrita de John Green tudo já vale a pena.

Depois do sucesso que foi o filme “A culpa é das estrelas” (amo ) e do novo lançamento "Cidades de Papel", “Quem é você, Alasca?” também estará nas telonas e mesmo não amando o livro, com certeza comprarei meu ingresso, afinal é de John Green que estamos falando.

Skoob: 

36 comentários:

  1. Com certeza meu livro preferido do John, amo a filosofia que ele colocou nele. Amei o post e o blog.
    missliterary.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Larissa, você não é a única pessoa que me diz isso. Muita gente tem esse como o favorito, mas pra mim sempre será "A Culpa é da Estrelas"

      Beijos e obrigada pela visita
      Dani Cruz

      Excluir
  2. Dani, sua linda, tudo bem?

    Os livros do Green também não provocam em mim o efeito que provocam na maioria. Eu não vejo nada de excepcional em seus livros que o diferenciem de outros do gênero. Eu não gosto tanto do humor que ele usa. Enfim, eu gosto das premissas dos livros dele, mas não provocam um efeito diferente em mim. Ah, já estou seguindo o blog, se puder retribuir, eu agradeço bastante! <3

    Beijão!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gleydson,

      Eu sinceramente tive esse problema também, o único livro que me tocou profundamente foi o primeiro que li do autor "A Culpa é das Estrelas", o livro me ganhou completamente, mas os demais não chegou nem perto de me encantar.

      Beijos e obrigada por seguir o blog.
      Dani Cruz

      Excluir
  3. Resenha maravilhosa eu li e gostei
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nequéren, obrigada fico feliz que tenha gostado da resenha.

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  4. Tenho a mesma opinião que você, só pela sinopse não acho nada demais, então por isso mesmo nem cheguei a me arriscar na leitura :/

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol,
      É complicado quando um livro já não nos agrada pela sinopse, eu arrisquei com a alguns e "Que é você Alasca?" não foi um acerto pra mim.

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  5. Alasca é mesmo chata, também não curti muito ela, mas as filosofias trazidas pelo autor, fizeram o livro se tornar o meu favorito dele.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda, ela é muita chata, e apesar de também gostar das filosofias do livro não consigo gostar dele justamente por causa dela.

      Beijos e obrigada pela visita.
      Dani Cruz

      Excluir
  6. Respostas
    1. Olá Brenda.

      Obrigada pela visita.

      beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  7. parece ser muito bom!!! gostei do post boas palavras!! ;)
    Bjinhos Sandra Color-s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra, mesmo não curtindo o livro eu o indico sim, John Green tem uma escrita maravilhosa.

      beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  8. Otima resenha :)
    Esse não li ainda mas todos falam que é muito bom!

    www.chaeamor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila, obrigada!

      Agradeço também a visita!
      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  9. Ótima resenha, todos falam bem do autor, né? Mas eu nunca li nada dele rs

    beijos da Nanda,
    http://lladodedentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nanda, sim o autor é ótimo. Espero que tenha a oportunidade de conhecer as histórias dele, se puder começar com "A culpa é das estrelas" melhor ainda! haha

      Beijos e obrigada pela visita.
      Dani Cruz

      Excluir
  10. Oi Dani!!
    Ah admito que esse livro me tornou fã do John Green.Simplesmente devorei página por página.Realmente a Alasca foi uma personagem irritante,mas que mesmo assim eu não conseguia deixar de gostar kkkkkkkk
    Beijos!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cláudio,

      Eu não posso deixar de admitir que o livro tem sim suas qualidades além da escrita de Green, mas o maior problema para minha falta de entusiasmo foi Alasca, ela definitivamente não me agradou.

      Beijos e obrigada pela visita
      Dani Cruz

      Excluir
  11. Oi, Dani. Tudo bem?
    Adorei a tua resenha, mas, ao contrário de ti, amo esse livro. Ele é, sem dúvidas, o meu favorito, tanto pela história quanto pelos personagens.

    Sem querer apaguei seu comentário no meu blog e vou ter que te responder por aqui :(. Os Imortais foi a primeira série que eu li e por isso tenho um carinho enorme por ela. Acontecem coisas legais nos outros livros e os acho melhores que os primeiros. O Damen e a Ever ficam juntos, mas ambos não são mais tão imortais assim.

    Bjkss
    www.estantedememorias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caroline,
      É por isso que nunca podemos deixar de indicar um livro, mesmo que não nos agrade tanto, cada história atinge uma pessoa de forma diferente.

      Ahh não tem problema, depois eu volto lá no seu blog. Fico feliz que eles tenham um final feliz quem sabe um dia eu não encaro essa história mais uma vez.

      Beijos e obrigada pela visita.
      Dani Cruz

      Excluir
  12. Oi, Dani! Eu, assim como você, confesso que não gostei... Acho que fiquei com ressaca depois de "A Culpa é das Estrelas" hehehe

    Beijão, Guta! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guta,

      Realmente "A culpa é das estrelas" vai sempre ser um parâmetro para os outros livros de John Green, e fica difícil se agradar dos outros personagens quando encontramos perfeição em Hazel e Gus ♥

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  13. Você é muito caprichosa e seu blog é realmente lindo. O layout, posts, imagens...tudo perfeito, parabéns!
    Já estou te seguindo, lindeza!
    Dá uma passada lá no meu blog quando puder.
    Beijão!
    http://makedamotociclista.blogspot.com.br
    Meu Twitter: @cat_343
    Meu Insta: tamiya343

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila, muito obrigada fico feliz que tenha gostado tanto assim do blog! Com certeza irei visitar seu blog.

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  14. Oi Dani! Você e suas palavras que nos levam a flutuar. Acho que o grande "especial" do Green, é que em cada livro ele traz um tema diferente, com uma abordagem diferente, e um sentimento diferente. Para uns uma escrita meia sem sentido, sem sal. Pra muitos, uma escrita de gênio. Amo "Cidades de Papel" e sou perdidamente caída de amores por "A Culpa é das Estrelas". Mas não encontro nada em comum nos dois. Acho que essa é uma das coisas que chateiam alguns e impressionam outros. Ele é muito reflexivo. Cada livro traz uma mensagem, e acho que cada leitor tem que encontrar a sua. E por isso talvez apenas um seja maravilhoso e os outros ruins para alguns. Não sei, acho que ele espera com pelo menos um encontrar os leitores... Sua resenha ficou linda! E confesso, que também receio muito ler esse livro. Mas em algum momento vou parar de enrolação e lê-lo logo! Mil beijos!
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anya sua linda, amo você por aqui ♥
      Concordo plenamente, cada livro de John Green nos apresenta uma história diferente, com uma mensagem diferente. Dos 4 livros que li dele não encontrei nada semelhante, acho que esse é aquele autor que conquista vários tipos de leitores e isso é fantástico. Não amei "Cidade de Papel", mas eu curti e me diverti com a leitura, não gostei de "Quem é você, Alasca?", me arrastei na leitura de "O Teorema Katherine" e simplesmente AMEI "A culpa é das estrelas" e foram tantas emoções diferentes nesses livros que eu só posso concordar: o cara é mesmo um gênio, porque lendo cada um desses livros eu aprendi e entendi a mensagem que ele propôs passar. Quando finalmente ler esse livro, vem me contar o que achou!

      Beijos e obrigada pela visita.
      Dani Cruz

      Excluir
  15. Eu não cheguei ler a culpa das estrelas eu assisti o filme e me apaixonei, mas quem é você alasca eu fiquei curiosa, para saber como é essa meninas sensacional que ao mesmo tempo deve ser tão chata, e claro se eles ficaram juntos no final, eu amei seu blog e estou seguindo beijos http://www.blogdaxavier.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caroline, espero que possa ler os dois livros, vale muito a pena John Green sabe o que faz! Enquanto ao final de Miles e Alasca, só lendo para saber haha.

      Beijos e obrigada pela visita
      Dani Cruz

      Excluir
  16. Respostas
    1. Olá Mariana, com certeza vou lá conferir sua resenha.

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  17. Esse foi o livro do John que eu menos gostei, mas acho que foi eu que li em um momento ruim :/ já que amei muito todos os outros livros dele que li.
    Vou tentar relê-lo pra ver se minha opinião muda haha

    Beijos
    Colecionando Primaveras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ellem, esse também foi o livro que menos gostei, mas se você quer dar outra oportunidade à ele, acho justo! hahaha

      Beijos
      Dani Cruz

      Excluir
  18. Parabéns pelo blog e pela resenha! Fiquei curiosa para ler e ter minha opinião também, já que vi tanta gente gostando e tanta gente odiando! Beijinhos, estou te seguindo ;)

    http://resenhanasnuvens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Katryne, realmente esse é um livro que a pessoa precisa ler e ter sua própria opinião porque ele divide opiniões, mas é como disse é um livro de John Green e só por isso vale a leitura. ♥

      Beijos e obrigada pela visita.
      Dani Cruz

      Excluir